• Armazém Mauá

Tudo o que você precisa saber sobre Cachaça

Vamos te contar tudo o que você precisa saber sobre a Cachaça, passando pelos seguintes pontos:


História da Cachaça

Uma das bebidas mais simbólicas do Brasil, a Cachaça está aí há mais de 500 anos. E por mais que tenham diferentes versões de sua origem, o período histórico é o mesmo: a do início da colonização do Brasil pelos Portugueses.


A bebida, foi o primeiro destilado da América Latina! Antes mesmo do Rum, Tequila e até o Pisco. Diz a lenda, ou mesmo os estudos, que a primeira produção foi realizada em um engenho de açúcar no litoral brasileiro, algo entre 1516 e 1532.

E assim como na história do pão com os egípcios, os detalhes dessa primeira produção mostram que existe a possibilidade da 'receita' ter sido descoberta através da fermentação acidental do açúcar - ou mesmo, da garapa fervida, que origina o açúcar.


O material era ou fervido, gerando uma espécie de espuma reservada ou descartado em cochos. Fermentado com o tempo, era servido aos animais do campo e ao perceberem os efeitos, diferentes grupos começaram a experimentar o líquido.


Os portugueses, por já conhecerem os processos de destilação, começaram a praticar com o mosto fermentado e com o melaço, que eram subprodutos da produção do açúcar, além do próprio caldo de cana.

Assim surgiu a 'aguardente de cana brasileira', mais conhecida como Cachaça - mas também leva muitos apelidos pelos brasileiros até hoje:

  • Nordeste: Leite de Perereca, Faz-xodó, Tome-juízo, Esprito e Mé.

  • Norte: Cachimbada, Café-branco, Dindinha, Dengosa e Caxixi.

  • Centro-Oeste: Racha-peito, Chá-de-cobra, Miolo de Cana e Birinaita.

  • Sudeste: Animadeira, Quero-mais, Limpa-goela, Danada.

  • Sul: Bafo-de-tigre, Bitruca, Cambeixa, Esquenta-corpo e até Número 1.

A Pinga é uma nomenclatura que faz referência ao processo artesanal, por exemplo.


Fora do país, a cachaça brasileira também se sente em casa! E seu consumo e níveis de exportação foram aumentados nos anos de 2019, 2020 e 2021; principalmente na Europa. O conhecimento sobre a cultura brasileira faz com que a bebida seja reconhecida e desejada em diversos países estrangeiros.



Diferentes Tipos de Cachaça

O nome de uma cachaça geralmente está relacionado ao método de produção ou a cor do líquido, o que já identifica o tipo e outras características importantes no momento de escolher a bebida.


Identificando Cachaças por Cor:


Cachaça Prata (ou Branca)

É aquela que não passa por armazenamento em madeira, descansada em aço inox, padronizada e engarrafada. Seu paladar é mais próxima da cana, considerado mais 'neutro' para receitas, drinks, entre outros.






Cachaça Ouro (ou Amarela)

Esta coloração indica o armazenamento ou envelhecimento em madeira. Geralmente, seu paladar é mais marcante, influenciado pelo método de armazenamento ou envelhecimento. O tipo da madeira, tipo de barril, tempo, entre outros fatores são cruciais para construção do sabor desejado.


Identificando pelo Método de Produção:


Cachaça Envelhecida

Não é necessariamente totalmente envelhecida, podendo ter o mínimo de 50% de cachaça em recipiente de madeira. Período de descanso não é inferior a 1 ano.


Cachaça Industrial

Devido ao processo de larga escala, apresenta características padronizadas. Geralmente sua matéria-prima é a cana-de-açúcar em grandes áreas com recolhimento mecânico e destilação em tonéis de aço inox, com adição de produtos químicos na fermentação. Nesta categoria a cachaça branca é predominante, com variações de sabores adocicados e de madeiras.


Cachaça Industrial com Redestilação

Apresenta os mesmos processos da industrial, porém é adicionado uma etapa de 'redestilação', que tem como objetivo oferecer melhor qualidade gustativa à bebida.


Cachaça Artesanal

Considerado por muitos como uma verdadeira obra de arte, a produção artesanal é repleta de peculiaridades e detalhes. Além de não inserir produtos químicos, os sabores e propriedades são únicos e atrelados ao produtor. Todos os fatores aqui importam: a época da colheita, tempo de moagem, ingredientes, tempo de fermentação, destilação, tonéis, envelhecimento e o engarrafamento.


Cachaça Premium

A categoria premium oferece muita riqueza sensorial e se dá na produção artesanal. A categoria não é exclusiva de cachaças envelhecidas, podendo também estar associado à cachaças brancas.


Diferenças entre a Cachaça Artesanal e Industrial

Podemos pontuar que a principal diferença entre a cachaça artesanal e industrial está além do uso de elementos químicos em sua produção que não são utilizados no processo artesanal. Existe também o trabalho de identidade formado ali, assim como o terroir do vinho, do café, através de metodologias únicas e extremamente delicadas desenvolvidas por seus produtores, os alambiques.

A Cachaça Artesanal é a construção de uma experiência sensorial única, recheada de personalidade, que carrega a história e cultura de um determinado espaço ou região.



Curiosidades sobre a Cachaça

Separamos algumas curiosidades sobre a cachaça que achamos que você vai se surpreender (e gostar!):

  1. A cachaça no Brasil fez tanto sucesso que abalou o consumo do vinho português, fazendo com que a Coroa a proibisse por diversas vezes. Em 13 de setembro de 1661, tivemos a Revolta da Cachaça e em 2010 essa data passou a ser oficialmente o seu dia nacional.

  2. Não se sabe com certeza a origem do nome “cachaça”, mas existem mais de 700 sinônimos registrados.

  3. Caipirinha nasceu como remédio: no início do século 20, durante o surto de gripe, criaram a receita que levava alho, mel, limão e o líquido.

  4. Os EUA é o país que mais importam cachaça brasileira, seguido pela Alemanha, Paraguai, França e Portugal.

  5. Tomar cachaça abre o apetite pois o destilado consome a glicose do seu organismo e faz com que seu corpo tenha que repor as energias.


3 Receitas com Cachaça Artesanal

Vamos falar de coisa boa?

Então bora falar de degustar a cachaça do Armazém Mauá na sua casa! Sendo uma cachaça artesanal branca pura, é perfeita para acompanhar drinks diversos.

Aqui vão as nossas dicas de receita para você testar:


Bombeirinho

Um drink clássico, adocicado, divertido para beber com os amigos!


Você vai precisar de:

  • cachaça artesanal branca

  • groselha a gosto

  • 50ml de suco de limão

  • gelo em cubos

  • Para compor: folhas de hortelã ou rodelas de laranja

Modo de preparo:

Adicione a quantidade de cachaça desejada no copo, recomenda-se 1 dose, adicionar a groselha a gosto, inserir o gelo e componha como preferir. Nossa dica é servir em um copo longo e alto.


Mochaça ou Cachajito

Aproveite a base da receita do clássico Mojito com cachaça!


Você vai precisar de:

  • cachaça branca artesanal

  • folhas frescas de hortelã

  • suco de limão

  • gelo em cubos

  • soda

Modo de preparo:

Coloque as folhas de hortelã no copo, o gelo, adicione em seguida a dose de limão, de cachaça e complete com a soda. Tcharãm!


Clássica Caipirinha

Não podia faltar a nossa dica para inovar na clássica receita da capirinha brasileira!


Você vai precisar de:

  • cachaça branca artesanal

  • limão de sua escolha (taiti, rosa, etc)

  • açúcar de baunilha

  • gelo

Modo de preparo:

Corte o limão em pedaços e adicione na coqueteleira as fatias, o açucar e massere com o pilão. Em seguida, adicione a dose de cachaça, o gelo e uma pequena quantidade de água. Chacoalhe a coqueteleira até os itens se misturarem completamente e sirva em um copo espaçoso para que possa se ver os pedaços de limão e do gelo, bem brasileira!




Curtiu o conteúdo? Comenta aqui!

Acompanhe as nossas redes sociais para ficar por dentro das novidades.



14 views0 comments

Recent Posts

See All